Mottos for Success

Wednesday, November 19, 2014

Napoleon on Jesus Christ!

Napoleon's thoughts on Jesus Christ while exiled on the isle of St. Helena.

He asked Count Montholon if he could tell him who Jesus Christ was. The count refused to respond. Napoleon himself answered:

Well then, I will tell you. Alexander, Caesar, Charlemagne and I myself have founded great empires; but upon what did these creations of our genius depend? Upon force. Jesus alone founded His empire upon love, and to this very day millions will die for Him....I think I understand something of human nature; and I tell you, all these men, and I am a man: none else is like Him; Jesus Christ was more than a man....I have inspired multitudes with an enthusiastic devotion that they would have died for me.... but to do this it was necessary that I should be visibly present with the electric influence of my looks, my words, of my voice. When I saw men and spoke to them, I lightened up the flame of self-devotion in their hearts.... Christ alone has suceeded in so raising the mind of man toward the unseen, that it becomes insensible to the barriers of time and space. Across a chasm of eighteen hundred years, Jesus Christ makes a demand which is beyond all others difficult to satisfy; He asks for that which a philosopher may ofetn seek in vain at the hands of his friends, or a father of his children, or a bride of her spouse, or a man of his brother. He asks for the human heart; He will have it entirely to Himself. He demands it unconditionally; and forthwith His demand is granted. Wonderful! In defiance of time and space, the soul of man, with all its powers and faculties, becomes an annexation to the empire of Christ. All who sincerely believe in Him, experience that remarkable, supernatural love toward Him. This phenomenon is unaccountable; it is altogether beyond the scope of man's creative power. Time, the great destroyer, is powerless to extinguish this sacred flame; time can neither exhaust its strength nor put a limit to its range. This is it, which strikes me most; I have often thought of it. This it is which proves to me quite convincingly the Divinity of Jesus Christ.

Qouted in Jesus Among Other Gods by Ravi Zacharias (Thomas Nelson, Nashville, 2000), p.149-150; as quoted in Henry Parry Liddon, Liddon's Bampton Lectures 1866 (London: Rivington, 1869), 148.

Alguém ama você!

http://anchor.tfionline.com/pt/post/alguem-ama-voce/
Alguém ama você e quer muito fazê-lo feliz! Todos queremos amar e ser amados, pois para a maioria, o amor é o que há de mais precioso na Terra. A maior parte da tristeza no mundo, as guerras e a violência pode ter sua origem rastreada à falta de amor.

Mesmo em meio a toda a dor e todo o sofrimento no mundo hoje, causados pela nossa falta de amor uns pelos outros, veremos, se abrirmos os olhos e olharmos ao redor, que o mundo está repleto de beleza, exuberância e caprichos da Sua criação, que aqui estão por causa do amor de Deus! — A grama, as árvores, as flores, crepúsculos gloriosos, céus românticos salpicados de estrelas, animais incríveis. Até mesmo nossos bichinhos de estimação entendem o amor e não conseguem viver sem ele. Há casos em que literalmente morrem de tristeza.

Precisamos muito de amor. Às vezes, essa necessidade se torna extrema e sentimos que vamos morrer por falta disso. Todo mundo necessita amar e ser amado, é para isso que estamos aqui e nos foi dada a capacidade de nos deleitarmos quando vemos belezas, ouvimos música, saboreamos iguarias, sentimos prazer pelo toque, quando amamos e somos amados.

As coisas boas da vida existem para o nosso benefício e prazer, porque alguém nos ama e quer que sejamos felizes; amemos e sejamos amados; desfrutemos da vida, de tudo que é bom, na quantidade suficiente, para vivermos o céu na terra. Assim era no início.

Por que há tanto ódio, violência e maldade? O que causa tanta tristeza e tanto sofrimento? Por que tem de haver um contraste tão grande entre o bem e o mal; a beleza e a feiura; a alegria e a tristeza; a vida e a morte? Por que tudo não pode ser maravilhoso, belo, bom, agradável e feliz?

Na verdade, esse era o projeto o original, mas escolhemos ser egoístas. Preferimos fazer as coisas a nosso modo. Optamos por ser desamorosos e rudes com os outros. Decidimos desobedecer às regras criadas para a nossa felicidade, saúde e prazer, afastando-nos assim do paraíso que existia na criação original. O pecado e o sofrimento foram trazidos ao mundo pela falta de amor entre nós e de gratidão para com nosso Criador.

Esse amor, cuja ausência tem posto o mundo de pernas para o ar, é justamente o que pode curar tantas feridas, restaurar tantos corações à felicidade, aliviar tanta dor, sofrimento e evitar tanta morte. Esses e outros males no mundo são causados pelo egoísmo, pela ganância, pela inconsequência, pela obstinação e pela rebeldia.

Contudo, há alguém que ama você e tão grande é Seu amor que Ele deu a vida para salvar a sua! “Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a própria vida pelos seus amigos!”[1] Isso Ele fez por você, em pagamento pelos seus pecados, para lhe dar Sua graça, Seu amor, Seu perdão e Sua salvação.

Esta é a essência de tudo: Deus nos colocou aqui para amá-lO e para sermos amados por Ele, por meio de Sua maravilhosa criação e pelos prazeres que Ele nos deu para desfrutar, mas violamos Suas regras, criadas para nos trazer felicidade. Apesar de toda a Sua criação testificar do Seu amor e mostrar Sua grandeza, Sua bondade e Seu poder, deixando evidente que Ele é bondoso, amoroso, terno e que quer nos ver felizes, afastamo-nos dEle, escolhemos ignorá-lO, demos as costas a Ele e agimos como nos pareceu melhor. Além de desagradá-lO, essas escolhas trouxeram a este mundo cansado muita pobreza, pecado e sofrimento.

Com o nosso ódio, inveja, ganância, violência, crueldade, guerras e morte arruinamos o paraíso na terra por Ele criado para nós. Deus quer tirar você dessa situação, no futuro, mas hoje mesmo quer livrar você de muitos desses males e lhe dar alegria, paz, felicidade e, principalmente amor — por Ele, pelos outros e até por você mesmo! Tudo que é bom procede dEle, do Deus do amor, do Deus amoroso, pois Ele é amor. Você O ama? Se amar poderá desfrutar das dádivas de amor que Ele nos dá e de tudo que Ele criou para nosso prazer.

Ele morreu para salvar você e pede apenas que você venha a Ele, arrependa-se, receba-O, acredite nEle e seja grato pela Sua bondade. Deseja que você procure amar e ser bom para os outros, como Ele faz por você, como quer fazer e como fará ainda mais no maravilhoso futuro que começará quando Ele viver para levar você para o Seu reino celestial. Deus então assumirá o controle da Terra para governá-la com justiça, amor, misericórdia e bondade. Será o fim de todas as guerras, do ódio, a criação do maravilhoso e glorioso reino de amor aqui na Terra, do qual todos desfrutaremos para sempre!

Você O ama? Se não, venha a Ele hoje, porque Ele ama você! Apenas peça-Lhe para entrar em seu coração. Receba esse alguém maravilhoso que ama você e quer secar suas lágrimas, pôr fim às suas does e lhe dar uma linda vida de amor que dura para sempre!

Quer convidá-lO a entrar no seu coração hoje? Ele é o filho do amor de Deus, a personificação do Seu amor, Seu próprio filho enviado à Terra para nos ensinar Seu amor, que foi perseguido, odiado e crucificado. Graças a Deus, também ressuscitou, subiu ao céu para estar com Seu Pai e agora está conosco pelo Seu Espírito! Pense nisto: o próprio Filho de Deus morreu para que você possa viver!

Acredita nEle? Quer receber Jesus e Seu perdão agora, para que Ele possa salvá-lo dos seus pecados, dar-lhe Sua maravilhosa salvação e uma vida com Ele cheia de amor, agora e para sempre? Dê o primeiro passo neste momento por meio da seguinte oração:

Querido Deus Pai, por favor, perdoe-me por todos os meus erros. Estou arrependido e quero receber Você no meu coração por meio do amor do Seu Filho, Jesus. Ajude-me a amar Você, amar os outros e viver segundo Seus ensinamentos na Bíblia, para eu ser feliz e fazer os outros felizes. No nome de Jesus, Seu Filho, amém.

Jesus disse: “Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele, e ele comigo.”[2]

Originalmente publicado pela Família Internacional em maio de 1992. Adaptado e republicado em outubro de 2014.


[1] João 15:13.
[2] Apocalipse 3:20 NVI.